Pesquisa

Carregando...

quinta-feira, setembro 12, 2013

Fotografia: Joanna Kustra


Bonjour!
Faz um tempo que nao passo por aqui. E infelizmente, nao tenho previsao de retorno. Notem que minha frequencia de publicacoes esta baixissima, e meus artigos estao sem acentos. Me perdoem por isso! Neste momento, estou usando um sistema que nao tenho habilidade. Assim que descobrir (MAC) como funciona as coisas por aqui, prometo que farei uma limpeza nos textos. Mas, vamos aproveitar esta oportunidade para falar sobre fotografia, que tal?
Voces sabem que gosto muito de fotografia, e estou aos poucos retornando a este ramo. Entao, tenho estudado muitos fotografos e tenho me encantado com  cada um deles. Hoje, foi a vez de conhecer o trabalho da Joanna Kustra. Bora conferir?
Conheca o trabalho de Joanna, clicando aqui: http://www.behance.net/gallery/c-o-l-o-u-r-s/7973677

quarta-feira, setembro 11, 2013

Cinema & Pipoca: A Datilógrafa – Populaire


Bonjour!
Consegui separar um tempo para fazer resenha bem bacana sobre um dos vários filmes que andei assistindo. Dei a louca! Comprei, aluguei, copiei… Fiz uma pilha de filmes para assistir. Estou indo muito bem.
O filme de hoje, precisei assistir uma única vez para favoritá-lo.
Vocês estão cansados de saber sobre o “meu pé na França”. Falo muito sobre isso no "Ponto da Lira". Sempre acho que nasci na época e país errado. Mas, tudo em seu tempo! Talvez, meu futuro esteja logo ali, sob o céu de Paris.
Terra.
Como estava dizendo, o filme que vim resenhar e indicar a vocês, tornou-se um de meus favoritos por vários motivos. Vamos por partes.
c7dad47b15b7f441e1b314553e3ae040_jpg_290x478_upscale_q90
Sobre o filme:
“A datilógrafa” (originalmente chamado de Populaire), é uma produção de Paris Filmes, com a direção de Régis Roinsard. Trata-se de uma comédia com toques muito leves e delicados de muito amor. Uma trama típica da bela França! 

A história, em sua maioria, passa-se na França (nada de novidades, ok). O figurino, trilhas sonoras e todo roteiro, também remetem a década de 1950 à 1960.
fotocena13
Release:
Aos 21 anos de idade, Rose Pamphule mora com seu pai e estar prestes a casar com o pacífico filho de um garagista. Ela poderia virar uma dona de casa, mas a jovem tem planos mais ambiciosos. Ela sai de sua cidade e tenta um emprego de datilógrafa no escritório de seguros de Louis. Mesmo se suas habilidades como secretária são fraquíssimas, o homem fica impressionado com a velocidade com a qual Rose consegue digitar. Logo o espírito competidor de Louis se desperta: ele decide aceitar Rose como sua secretária, contanto que ela treine para participar da competição de datilógrafa mais rápida do país.
Os personagens:


Um oposto equilibrado em sal e açúcar.


Ele:

Louis se faz de durão, mas não passa de um coração mole! Seu maior prazer está em desafiar-se e ajudar aos que pode ajudar. Pra ele, a única coisa que ele faz na vida é ajudar pessoas, jamais poderá salvá-las. Um homem respeitador, perfeccionista, e como todo bom chefe, é observador e exigente. Um coração ferido, naturalmente, se fecha. O sal da história.
fa_519e1a2c2a394
Ela:

Um pouco egoísta, igual Louis. Admirada pelo novo, e determinada a viver uma nova vida, não pensa duas vezes em deixar tudo para trás e correr atrás de seus sonhos. Mesmo que para isso, se sujeite a algumas humilhações desmerecidas. Uma menina-mulher (ou seria uma mulher-menina?) destemida, e ao mesmo tempo, sensível, meiga, ágil. Seu maior defeito? Ser desastrada ao seu limite. Mas isso é logo esquecido quando Rose está diante de uma máquina de escrever. Rápida e atenta aos minuciosos detalhes, Rose não deixa nem um ponto ou virgula ficar para trás. O açúcar da história.
MADEMOISELLE POPULAIRE
Minha opinião sobre o filme:
Favoritei sem pensar. Começo criticando a fotografia do filme. Para ser verdadeira, não sou muito fã das fotografias das produções de Paris Filmes, ou sou. Ainda não sei. Eu e essas minhas relações de amor e ódio com as coisas. Mas, o que eles não dedicam em fotografia, dedicam em roteiro, trilha sonora, figurino… Ah, que filme doce! Doce e encantador.  Fico deslumbrada quando os diretores conseguem criar um roteiro simples, com diálogos simples, e ao mesmo tempo envolventes – quase que inesquecíveis. As atuações foram maravilhosas, mas, Déborah François está brilhante. Ela conseguiu mesclar os trejeitos de “Rose”, com uma pitadinha de “bonequinha de luxo”. A personagem é inspiradora, apaixonante, cativante. E os dois juntos, ficaram perfeitos. Eu super indico!
datilografa2
Onde encontrei:


Encontrei na locadora. Mas, acredito que esteja disponível para download. Vale a pena!
NOTAS FINAIS:
Roteiro: 10,0
Atuações: 9,5
Trilhas sonoras: 8,5
Fotografia: 6,0
Figurinos: 9,0
Cenários: 8,5
Comentário final: Um filme para assistir com seu companheiro (a), seu melhor amigo (a), ou sozinha (o) mesmo. Não indicaria para crianças (tem cigarro, e uma única cena mais picantezinha. Fora isso, é super tranquilo e saudável. Sou das antigas). E se você estiver de mau-humor, eis uma boa opção para sentir-se bem. Beijo & queijo!
Thaís Lira

domingo, julho 21, 2013

O mundo dá voltas, e chegou sua vez!




Fiquei sabendo que ontem você me ligou, pra dizer que se arrependeu de tudo o que me falou.
Finalmente, a culpa te pegou. Meio tarde, meu amor. 

Na vida, nem tudo é como a gente quer que seja.
E quem nos maltratou, um dia vai pedir desculpas, pode ter certeza!

Me disseram que falando de mim, você chorou. Achei engraçado, por que mesmo depois de tanto tempo
você ainda não superou. Mas acontece! Afinal, o que marcou, a gente nunca esquece.

Mesmo assim, vou retornar sua ligação. Pra te ouvir e no final, dizer que não.

Se lembra que uma vez eu te disse pra não abusar da emoção? 
Pois é. Esqueci de dizer, que ninguém brinca com o meu coração.

Paixão é assim mesmo; faz a gente ficar sem reação e perder a razão.
Mas, uma hora a gente cai na real. Mesmo que fique "meio sem chão".

Tudo o que vai, nem sempre volta. Você foi embora, desde então, pouco importa.
Você voltou, quem diria? Mas estou indo embora. Ou pensou mesmo que eu voltaria?

Eu sofri e não vou negar. Chorei, e achei que não ia aguentar. 
Só que sofrimento nunca fez o meu tipo. Então, faz um favor?
Desaparece! Por que alguém como você, não quero nem como inimigo.

O que vem daqui pra frente, pra mim tanto faz!
O que eu quero mesmo, é ser feliz e estar em paz.

Então me desculpe se te magoei.
Mas o mundo dá voltas, e chegou sua vez!

Beijinhos, baby!

sábado, julho 13, 2013

TPM: Malditos sejam os torpedos

 Tô Pasma Meninas!

Primeira e única regra: Se você é uma mulher super resolvida, sem quaisquer tipo de paranóia  - PODE IR AO PSIQUIATRA... Por que você não está bem da cabeça. Você está sendo cruelmente manipulada por sua mente traidora.

Caso contrário, boa leitura!



Fala fia, beleza?

Faz tempo que não trago nada por aqui. Estava preparando o repertório. Agora, aguenta o coração gata! Eu tenho cada coisa pra te contar, que se você ler, você vai ter um piriri no pâncreas - com certeza!

Assuntos baphônicos, que a gente adora [E cá entre nós; a gente nunca morreu com o próprio veneno, não é agora que vai acontecer, certo? Consciência limpa, baby!]

Vou começar com um básiquin, daqueles que a gente adora!

Esses dias, estava conversando com uma amiga (mil vezes mais desbirocada* que eu), que mulher é bicho besta - quando, e até quando quer - mas adora dar #aloka de vez em quando. Fala sério?! A gente demora pra desencantar, mas quando isso acontece, de contos de fada, a gente transforma a história num terror rapidinho. Vai negar?

A gente vive se apaixonando por quem não vale nem um centavo. Geralmente, basta ser solteiro (tem umas frangas por ai, que não estão 'nem ai' pra isso #deixaemOFF), ter um sorriso meio de lado, e ser educado com a gente, que a gente já imagina a história de amor com aquela pessoa. Mas o desgraçado é assim com todas. Sempre assim: o cara paga de santinho para os familiares, paga de gatinho na faculdade, paga de gostoso na academia, mas não tem um pau para atirar no gato. 

Ahhhhhh gata! Nem te conto! "Xonei" por um traste desse tipo [quem nunca?]. Rapaz provido de uma simpatia impressionante, cê tinha que ver. Me ligava todos os dias, dando um de bom moço. Mandava SMS de 'Bom dia', 'Boa tarde', 'Boa noite'... Mas até ai, tudo bem! Só que a parada começou a complicar quando ele mandou um 'Tô com saudade'... Pior! Acontece sempre na hora que você está pensando no traste.  Daí, você comete o erro de dizer: 'Own, eu também! Estava pensando em você!'. MALDITOS TORPEDOS! E então você diz a si mesma: "SUA TROXA, ABSURDAMENTE TROXA! Você já quebrou sua cara uma vez, e começou assim! [Ouça meu grito ardido e imagine minha cara de menina má]. Esse cara só quer lhe usar!" Mas somos bobas e adoramos um romance barato. 

Papinho vai, papinho vem, o cara resolve retribuir suas declarações dizendo que não está preparado para um relacionamento sério. E simplesmente mete o pé. Simples assim.

Afinal, quem nunca?

Mas calma baby! Com uma mulher de verdade, a parada é assim: A história só tem dois destinos; ou vira conto de fadas, ou terror. Ah, pode até rolar uma comédia. Mas o palhaço da história, sempre vai ser você.

Beijos, fio!


quinta-feira, maio 09, 2013

3 opções de restaurantes para jantar com a mamãe em São Paulo!

Por Thaís Lira


Oi fias lindas, tudo bem com vocês?!

Passei a semana sem publicar postagens com textos, por que estava apanhando do MAC - sim meninas, eu não sabia acentuar palavras corretamente pelo sistema queridinho do mundo! Mas, cá estou eu para provar que nada é impossível! rs 

"Dia das mães" está chegando (já falei sobre o quanto acho essas datas extremamente comerciais? Ainda assim, me sinto na obrigação de não deixar passar em branco). E com essa data, vêm muitas dúvidas sobre o que comprar, o que comer, onde ir, e blá-blá-blá. 

Minha mãe faz aniversário na semana seguinte (após o "Dia das mães"). Exatamente por isso, eu escolho investir um pouco mais no presente de aniversário do que no "Dia das mães". Esse ano, por exemplo, nada de presente no "Dia das mães" (e dá-lhe repetições!), nada de festas e gastos parecidos. Esse ano, escolhi levar a mama para jantar no "Dia das mães" (Diga comigo: Dia das mães) - não necessariamente no dia em que é comemorado, por que geralmente, qualquer canto do mundo está abarrotado - e no aniversário dela, vou dar uma viagem à Campos do Jordão (Já faz algum tempo que ela quer fazer isso). Mas não é sobre a viagem que vou falar hoje. Falarei sobre essa opção de levar a mamãe pra jantar.

Trouxe três opções de locais bacanas em São Paulo, para levar a mamãe. Espero que gostem!

Escolhi três categorias: 

1º O famoso: BBB - Bom, bonito e barato! Aquele que ninguém dispensa. 
2º Aquele que é cheio de qualidade, é bonito e com certeza é financeiramente acessível.
3º Seria aquele sofisticado, com a cara da ryqueza.

Bora?

__________________________________________________________________

1º Sugestão: Mocotó - Restaurante & Cachaçaria 

O nome não é muito familiar, e talvez, nada atrativo. Mas no quêsito preço e qualidade, com certeza o restaurante "Mocotó" manda muito bem. Sabe aqueles restaurantes com cardápio, atendimento de 1ª e preço de 5ª? Então, achou!



Informações sobre o local:

Local: Av. Nossa Senhora do Loreto, 1100, Vila Medeiros, SP
Preço: Comendo muito bem, você pode gastar até 50,00 R$ (por pessoa)
Categoria: Restaurante Brasileiro
Dias e horários de funcionamento: Seg a Sáb das 12h às 23h e aos Domingos das 12h às 17h.
Informação extra: Tem estacionamento e é proibido fumar no local.
Site: www.mocoto.com.br 
Telefone: (11) 2951-3056

__________________________________________________________________

2ª Sugestão: Vento Haragano - Churrascaria

A maioria dos paulistanos, já conhecem a churrascaria Vento Haragano. Por sinal, é muito bem recomendada pelas bandas paulistas. Não sei se posso considerá-la como sofisticada. Mas trata-se de um ambiente muito familiar, muito organizado, limpo e bem marcante. Pode-se dizer que ao entrar no Vento Haragano, nos sentimentos no sul do Brasil. Os preços são daquele tipo: "Ok". Dá pra comer bem, experimentar um tempero bem gostoso, e ser muito bem atendido. 


Local: Av. Rebouças, 1001, São Paulo, SP
Preço: O preço do rodízio gira em torno de 100,00 R$ (por pessoa)
Categoria: Churrascaria brasileira
Dias e horários de funcionamento: De Seg a Sex das 12h às 16h e das 18h às 0h. Aos Sábados, das 12h às 0h. E aos Domingos, das 12h às 23h. 
Informação extra: Tem acesso fácil pelo metrô. Tem acesso para cadeirantes.  O serviço de estacionamento e manobrista é gratuito. 
Site: www.ventoharagano.com.br
Telefone: (11) 3083-4265


__________________________________________________________________

3ª Sugestão: Restaurante DOM

Com certeza, é a cara da riqueza! Um dos melhores restaurantes do mundo. Exatamente por isso, é considerado um restaurante com um custo bacana (se comparado aos demais restaurantes da lista de "melhores do mundo", claro!). Sem dúvidas, sua reserva vale uma noite muito especial com a mamãe. Ouso dizer, que será inesquecível. O restaurante e totalmente brasileiro, com um atendimento todo exclusivo. E bota exclusivo nisso! Já imaginou ser recepcionado pelo chefe do restaurante? Então, essa coisa de filme pode caber no seu bolso.

Local: Fica no tão comentado bairro nobre, Jardins. Para ser mais objetiva, fica na Rua: Barão de Capanema, 549, São Paulo, SP.
Preço: Prepara o bolso! Pra experimentar o menu degustação de 4 pratos, você pode gastar 250,00 R$ (por pessoa). E para degustar 8 pratos, 350,00R$ (por pessoa). E não pense que são pratadas de fast food! Bem de ryco mesmo! rs
Categoria: Restaurante Contemporâneo
Dias e horários de funcionamento: Seg a Qui das 12h às 15h e das 18h às 0h. De Sexta-feira, das 12h às 15h e das 18h às 0h. Aos Sábados, o restaurante funciona das 19h00 às 1h. E aos Domingos o restaurante não está aberto. 
Informação extra: Serviço de manobrista 15,00R$. Aceita reservas.
Site: http://www.domrestaurante.com.br/
Telefone: (11) 3088-0761


E ai? Curtiram as dicas? Espero que sim! Se vocês têm sugestões de lugares bacanas, compartilha conosco! 

Beijos e queijos meninas!

sexta-feira, abril 19, 2013

Bom gosto não tem idade: Carine Roitfeld



Por Thaís Lira

A semana que passou foi divertida para mim. Me dediquei a uma matéria sobre elegância, estilo, maturidade... Uma junção perfeita! 


Observei que muitas mulheres ao chegarem em determinada idade, perdem um pouco do prazer para se arrumarem. Preferem colocar "aquela peça antiga" e aqueles sapatos velhos - do que arriscar-se ao novo. O que por sua vez, é muito triste! Afinal, é nessa fase da vida que a mulher deve explorar não mais a sua sensualidade (isso torna-se algo natural ao longo dos anos), mas seu conhecimento sobre essa tal "moda", que vira e mexe, traz os anos dourados à pleno século 21.

Conversei com mulheres de 45 à 60 anos; quais olho e compreendo que apesar de já serem bem maduras, permanecem com o requinte, bom gosto e muito estilo. A maioria delas, afirmou que de vez em quando bate um baixo-estima. Mas nada supera a alegria de ser uma mulher experiente, uma mulher de verdade.


Um exemplo de tudo que eu falei acima, é Carine Roitfeld. Sim! Ela, que sempre foi ícone de beleza, permaneça na mesma posição no ápice de seus 59 anos de idade. Carine tem um corpo maravilhoso (por sua idade, vamos combinar que ela está muito linda!), ela usa e abusa da moda! 








"Lira, eu tenho 51 anos, e sei da idade que tenho. Não me visto como uma jovenzinha, pois bom gosto não é necessariamente vestir o que a juventude veste. Bom gosto, é saber ser fina e elegante, sem precisar ter vergonha de esconder a idade (ou mostrar demais, em alguns casos). Me sinto uma mulher completa em todos os sentidos! E se pudesse dar uma dica as mulheres que estão na mesma fase que eu, eu daria a seguinte: Não se sinta inferior! Pelo contrário, entenda que os anos te deram experiência. E claro que bom gosto tem tudo a ver com experiência. Ou melhor, experiência tem tudo a ver com bom gosto" - (Telma Silva, 51 anos - São Paulo)

Beijos e queijos, meninas!





sábado, abril 13, 2013

Moda Masculina: Olha essa onda! - Estilo Navy




Por Luana França
Fotos Mariani Venancio



O estilo navy – ou náutico – foi inspirado nas roupas e acessórios dos marinheiros. As principais cores são branco, azul e vermelho com detalhe nas listras e na cor dourada. 



A tendência surgiu no século passado pela estilista francesa Coco Chanel (1883 – 1971), que volta e meia aparece nas ruas e passarelas.



Baseando-se no estilo, fizemos esse editorial com peças que estão mexendo com a cabeça dos homens. 


Além de ser um estilo bacana, os nossos modelos são uma gracinha, não é mesmo meninas?



Espero que gostem!
Um beijo!



segunda-feira, abril 08, 2013

Aderi: Tendência Black and White e Listras


Por Thaís Lira

Bonjour, meninas!

Aproveitei o post da Danni sobre a tendência Black and White e listras e trouxe a vocês algumas fotos que fiz com minha mais nova queridinha! Sim! Eu ganhei essa camisa linda da minha mãe, há uns dois meses. Nunca havia usado, e resolvi usá-la nas fotos "vintage". Acho que uni o útil ao agradável, e vim aqui compartilhar com vocês. Espero que gostem! E vou adorar receber um feedback tanto sobre as fotos, quanto sobre a produção de make, acessórios e  vestuário.


Gargantilha de Strass: 35,00 R$ (Fábrica de Mulheres)


Óculos Gucci - Não lembro o valor.
 Máxi Colar: 45,00 R$ (Fábrica de Mulheres)
Anel "Ovo de dinossauro" (Tracy Kalline) - 22,00 R$ (Compre em nossa Loja)


Óculos modelo gatinho: 230,00 R$ (Vivara)


Óculos modelo "Willy Wonka": 35,00 R$ (Fábrica de Mulheres)
Máxi Colar: 45,00 R$ (Fábrica de Mulheres)






Batom Vermelho: Fire da Nyx


Batom Vermeho "Fire" da Nyx + Gloss Tango